17 abril 2009

8

Termos de Privacidade. Quantos você já leu?


Se tempo é dinheiro, seus dados também. Às vezes os mocinhos viram bandidos e você concorda com isso

O que você entende por privacidade? A possibilidade de fazer o que quiser, o direito de ter seus segredos mais íntimos preservados ou não ter sua vida privada, imagem ou preferências pessoais escancaradas? Se você pensa assim, de certa forma, está certo, já que a nossa Constituição Federal garante a preservação de tudo que seja de caráter pessoal do indivíduo. De acordo com o artigo 5° parágrafo X “São invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação”

Leia Mais...

No papel seu direito está garantido, mas na prática será que isso vale mesmo? Você por exemplo sabe o que é feito com seus dados de navegação? Se sua resposta foi não, é hora de mudar seus hábitos e prestar atenção nos famosos “Termos de Privacidade”, pois tudo o que é feito com eles está escrito lá. Pare e pense: você alguma vez leu os Termos de Privacidade do MSN, Orkut, Google ou qualquer outro aplicativo disponível na Internet?

Você não é o único

Não se sinta envergonhado, ainda mais que não é preciso espionar a vida de ninguém para saber que milhares de pessoas não leem o que cada software ou serviço fará com dados coletados. Sites de serviços como o Google, Yahoo!, MSN, Orkut ou o YouTube deixam – geralmente – explícitos em seus Termos de Privacidade que usam cookies e coletam dados sobre sua navegação.

Cuidado onde clica!

Nem só bandidos querem seus dados, mas grandes empresas também, visto que eles valem ouro no mercado de anúncios de produtos. Ou você acha que os anúncios das páginas que você visita leem seus pensamentos mais profundos e só mostram produtos do seu interesse?

Qual é o problema?


Você pode estar se perguntando: “O que os cookies podem fazer na minha máquina?”. Sinceramente, nada de mais, já que sua única função é determinar seus hábitos de navegação, por exemplo, quais sites você visita mais e o que você procura ou acessa durante a visita. Porém, o maior problema dos cookies está no fato de que nem sempre os fornecedores de serviços ou softwares avisam sobre sua existência.

Sites ou serviços que não cumprem esta determinação estão infringindo a lei, já que o artigo 5° fala exatamente sobre isso, pois intimidade e vida privada também existem na Internet. Mas, o que muitas pessoas reclamam – e sem razão – é que o site X está tendo acesso aos seus dados de navegação sem o seu consentimento, porém esta mesma pessoa não leu sequer a primeira linha do Termo de Privacidade e lá pode estar escrito que o site ou software utiliza cookies sim.

Exemplos de Termos

Se você possui um email da MSN, por exemplo, ou usa o buscador Google, deveria ter lido os Termos de Privacidade antes de usá-lo, pois veja o que está escrito lá:

Para permitir uma interação mais previsível e personalizada entre você e a Microsoft, as informações coletadas por meio de um serviço da Microsoft poderão ser combinadas a informações obtidas em outros serviços da Microsoft. Poderemos também complementar as informações que coletamos com informações obtidas de outras empresas. Por exemplo, poderemos usar serviços de outras empresas que nos permitam deduzir uma área geográfica geral com base em seu endereço IP, a fim de personalizar determinados serviços para sua área geográfica.
(Fonte:Destaques do Aviso de privacidade online da Microsoft)

O Google usa cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência on-line e para saber como você usa nossos serviços, com a finalidade de melhorar a qualidade deles.
(Fonte: Centro de Privacidade do Google)

É claro que não vamos apedrejar Microsoft e Google – isso são apenas exemplos -, mas serve de alerta para os desavisados de plantão.

Para evitar este tipo de acontecimento, muitos serviços estão disponibilizando seus Termos de Privacidade logo na página inicial, desta forma ninguém pode reclamar que não sabia de nada.

Polêmica

Como a questão da Privacidade na rede acabou indo parar nos tribunais, muitas pessoas estão mais ligadas no assunto. A Google, por exemplo, acabou tendo que fornecer dados de usuários do Orkut para investigações policiais relacionadas a crimes virtuais, mesmo isso indo de encontro às políticas da empresa. É claro que em casos como este a liberação de informações é compreensível, mas, infelizmente muitas empresas vendem ou trocam nossos dados para que mais pessoas se aproveitem deles e as discussões entre privacidade e segurança sempre voltam a acender a fogueira.

O mundo não está perdido
Nem tudo está perdido.
Hoje em dia se torna até contraditório falar em privacidade, visto que as médias de audiência de programas chamados de Reality Show não param de crescer.

Se pensarmos que as redes de relacionamentos que serviam para encontrar amigos e manter contatos hoje se tornaram uma vitrine onde privacidade não existe é difícil imaginar onde nossos direitos vão parar.

Porém, antes de assinar ou aceitar qualquer coisa, saiba com quem está lidando, ainda mais na Internet, onde nem sempre a pessoa que está do outro lado da tela está preocupada em seguir a Lei e ser o mocinho da história.

Este blog também possui termos de privacidade e garanto que você não os leu antes de acessar esta postagem, portanto segue a dica, por mais cansativo que seja ler tudo, suas informações pessoais sempre merecem atenção.

8 Comentários:

•Júnior• disse...

poxa, ótimo texto. Confesso que nunca leio termos de uso e de privacidade, mas acho que agora vou passar a ler mais isso xD

http://projeto-kraft.blogspot.com/

felippe-freitas disse...

E a internet é um local seguro para qualquer tipo de informação de fato?

Zepp disse...

realmente... eu nunca tive vergonha na cara pra ler um termo de contrato. por sorte. Seja-lá-quem-comanda-o-mundo protege os inocentes e os incautos

Luh disse...

Quantos li? Nenhum mesmo. É comum pensarmos que é bobagem...
Excelente texto. ;)

Marcelo A. disse...

Cara, grande toque seu. A gente não se liga nesses troços, né? Será porquê?

Abração!

JPSB disse...

Obrigado... abraços

Genilson disse...

Cara achei interessante esse post seuu. Parabéns pelo blog e valeu pro ter visitado o meu. Quer fazer parte dos meus links e eu faço parte dos seus?

JPSB disse...

Claro.. .add meu link ou banner que eu add o seu... a propósito, qual é o seu blog? eu não consigo visualizar seu perfil do blogger... flw

Postar um comentário

Por favor deixe seu comentário:

Traduzir / Translate