18 março 2011

7

HTML 5 - Multimidia sem plugins

   Após um bom tempo (enorme!) sem postar, voltei com esse post sobre a nova aposta para o futuro da programação de sites e conseqüentemente dos navegadores, a nova atualização do HTML.

   Quebrar as barreiras de compatibilidade na exibição de vídeos via internet, aprimorar o uso offline de aplicações web e exibir gráficos interativos com facilidade no browser estão entre os avanços permitidos pela evolução de uma linguagem que ficou uma década sem atualização, o novo HTML 5.

   HTML5 (Hypertext Markup Language, versão 5) é a quinta revisão importante da linguagem HTML. HTML5 proverá algumas mudanças quanto a sintaxe da linguagem em relações com outras tecnologias como XML (ou XHTML) e javascript. É a primeira vez que HTML e XHTML são desenvolvidos e especificados em paralelo.


   Desde 2008 ainda temos apenas uma versão de testes do HTML5, enquanto a versão final está prometida para 2012.

   A evolução da linguagem padrão para web pode eliminar a necessidade de plug-ins para aplicações multimídia em navegadores. Diversos críticos consideram a tecnologia como um forte concorrente ao Flash, da Adobe, ao Silverlight, da Microsoft, e ao recente JavaFX, da Sun (Oracle). Recentemente, Shantanu Narayen, diretor executivo da Adobe, disse que o Flash não iria perder mercado, porém a versão 5 do HTML já está sendo chamada de "Flash-killer" (Assassino do Flash). Estas tecnologias precisarão se adaptar rapidamente para conseguir manter-se no mercado, tão populares quanto hoje. Na avaliação do co-diretor de ferramentas da Mozilla, Ben Galbraith, as tecnologias viabilizadas pelo HTML5 como o Canvas para desenhos 2D e o armazenamento de conteúdos no desktop, permitirão que "usemos mais o browser do que nunca".

Tags em HTML5 para reproduzir áudio sem a necessidade de Plugins:



  Como ja disse antes, essa é apenas uma versão 'de testes', versão final mais recente da linguagem é o HTML 4.0.1, aprovado em 1999.

   O YouTube lançou uma versão experimental do site que usa o padrão HTML5 para reproduzir vídeos, no lugar do Adobe Flash. O site diz que o uso do HTML5 está na lista dos recursos mais pedidos pelos usuários do site.

   Além da limitação dos browsers, existe a restrição de alguns recursos do YouTube nos vídeos em HTML5. Não é possível mostrar anúncios nos vídeos, nem legendas e anotações, segundo o YouTube. Quem quiser testar o novo recurso pode acessar o endereço www.youtube.com/html5, aceitar o termo de uso e acessar algum video, automaticamente ele ja usará o html5 se o seu browser suportar.

Concluindo, com essa nova atualização temos mais simplicidade e ao mesmo tempo novas tecnologias na programação da web. Porém com essa simplicidade não teremos mais necessidades de usar os diversos plugins que até agora precisamos para que muitos sites funcionem como devem,  isso com certeza irá causar uma 'correria' em desenvolvimentos de ferramentas para aperfeiçoar ainda mais essa tecnologia. 


7 Comentários:

JPSB disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Muito interessante, nao entendo muito de html, mas vai ser muito legal com esse html 5 sem precisar de flash nem nada, mas vai dar um problemao pra essas empresas que fazem esses plugins AUHSSAHU...

Abração adorei o blog parabens veio!

JPSB disse...

Ah sim kkk tem muita coisa pra acontecer ainda...

Vlw pelo comentario e pela visita!

Abraçao!

Lucyano disse...

Blog muito interessante e informativo
parabéns!

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

JPSB disse...

Vlw! =D

obrigado pela visita!

Pobre esponja disse...

Revisões em HTML deveriam ser até mais frequentes, que as 5.
Sei pouco, mas gosto muito dessa parte em web designer.
Parabéns pelos posts.

abç
Pobre Esponja

JPSB disse...

vlw =D

abração!

Postar um comentário

Por favor deixe seu comentário:

Traduzir / Translate